[email protected] +55 (38) 3531-1667

NOVA TEMPORADA DO CONCERTO DO ÓRGÃO HISTÓRICO DE DIAMANTINA

Comentários estão desativados

O órgão de tubos, um encantador instrumento musical, no qual o som é produzido pela passagem do ar comprimido através dos tubos de metal e madeira, é considerado um dos instrumentos mais antigos de toda a música ocidental. Sua história tem início no século III a.C, desenvolvido a partir de uma flauta típica de origem grega.

Desde sua origem, os órgãos de tubos, são reconhecidos por sua utilização em grandes igrejas e nas liturgias cristãs.

Em Diamantina, temos o privilégio de possuir, na igreja Venerável Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo, o majestoso Órgão Histórico Almeida e Silva / Lobo de Mesquita.

Construído no antigo Arraial do Tijuco entre 1782 e 1787, pelo padre Manoel de Almeida e Silva, com recursos doados pelo contratador João Fernandes de Oliveira e Chica da Silva, em resposta às demandas de uma sociedade culta e sensível em dotar o templo religioso com o órgão de tubos, unindo o culto divino a um de seus mais prestigiosos ornamentos. Trata-se do órgão de tubos mais antigo integralmente construído no Brasil que se mantem preservado até os dias de hoje.

Após mais de 70 anos silenciado, o órgão histórico Almeida e Silva / Lobo de Mesquita, retornou à vida, passando por uma minuciosa restauração a cargo do Taller de Organaria Desmottes, Landete/Epanha.

Respondendo as pretensões da comunidade, o projeto de restauro veio cumular várias tentativas anteriores de restauração do instrumento, tendo este ocorrido em três etapas:

Na primeira, concluída em novembro de 2008, contribuiu para a uma melhor preservação do material histórico do instrumento, permitindo o restauro em profundidade de sua caixa.

​A segunda etapa se focou na identificação de todas as inscrições originais de Almeida e Silva presentes no material histórico do órgão, o que permitiu uma reconstituição legítima do plano sonoro original do instrumento, que conserva cerca de 90% de seu material original.

A terceira e última etapa do projeto consistiu no restauro in sito de todo o seu material histórico. Em 29 de março de 2014, esse bem cultural de valor inestimável no contexto do patrimônio brasileiro e ibero-americano, devolvido plenamente em funções ao seu estado primordial.

Atualmente, reintegrado à vida religiosa e cultural, o Órgão Histórico Almeida e Silva / Lobo de Mesquita é um dos atrativos mais belos que compõem a oferta musical de Diamantina, e para a temporada de 2017 da série de Concertos Regulares, estão programadas 16 edições, a serem realizadas entre os meses de abril a novembro.

Comercialização de ingressos:

Visite o site 💻 www.minhasgerais.com 💻

Entre em contato por e-mail ✉ [email protected]

Entre em contato por telefone ☎ (38) 3531-1667 ☎

Conheça a agência 🏢 Rua da Quitanda, 22, 1º andar, Centro 🏢


Edição Minhas Gerais Turismo/ colaboração Evandro Archanjo.

http://www.rem.ufpr.br/_REM/REMv14/08/difusao_e_aclimatacao.html

https://www.orgaodiamantina.com/